Quando planejamos a nossa viagem de camper, tínhamos uma ideia aproximada de quanto custa viajar de carro pela Argentina.

Saímos de Foz do Iguaçu, nossa terra natal, e cruzamos a fronteira em Puerto Iguazu. Fomos em direção ao Norte da Argentina e cruzamos para o Chile pelo Paso de Jama, próximo ao Deserto do Atacama.

Esse percurso da viagem foi de:

  • cerca de 2.000 km
  • durante 20 dias (em agosto/2016)
  • passando por 12 cidades

Cozinhando no camping em Tafi del Valle, no início da Cordilheira dos Andes na Argentina

Custo da viagem de carro pela Argentina

Viajamos com nossa casinha rodante, que é uma camionete Xterra que fizemos conversão para camper.

O preço do diesel estava em média R$ 3,35 (em agosto/2016 com câmbio a R$0,25) e nosso carro fez cerca de 10 km por litro.

Os pedágios são poucos, pegamos apenas 4 em nosso trajeto:

  • Entre Puerto Iguazu e Monte Carlo: 20 pesos
  • Até Corrientes: 40 pesos
  • Até Tucuman: 65 pesos
  • Até Tafi del Valle: 35 pesos

Ficamos bastante em campings, que são abundantes na região! Muitas cidades, até muito pequenas, contam com camping municipal. A média de preço era de R$15,00 por pessoa e R$10,00 pelo carro.

Ficamos 4 noites em hotel ou AirBnb, com custo em média de R$90,00 a noite para o casal, sem café da manhã ou algo simples para comer.

Cozinhamos bastante na camper e gastamos com compras no mercado em Salta, para 1 semana e 2 pessoas, em torno de R$150,00.

Em restaurantes comemos só 6 vezes e costumamos gastar pouco, porque não comemos carne. Então a média foi de R$25,00 por refeição.

Já com manutenção do carro tivemos que investir em:

  • Troca de buchas: 200,00 pesos (R$50,00) para trocar buchas, que quebraram depois de muita estrada de chão na Ruta 40
  • Reparo do alternador: 1.660,00 pesos (R$415,00), porque alternador começou a apresentar problema para dar partida no carro e um barulho de “grilo” ao rodar, devido à altitude e frio da Cordilheira dos Andes – esse problema foi recorrente no resto da viagem, estragando mais 2 vezes
  • Troca de filtros e aditivo para clima frio: 3.300,00 pesos (R$825,00), porque o carro continuou com dificuldade para dar partida quando começamos a pegar temperaturas abaixo de zero graus

Custos por categoria da nossa viagem de carro pela Argentina

 

No total investimos:

  • R$ 4.200,00 (ou $16.800,00 pesos argentinos com câmbio na época  a R$0,25)
  • Orçamento diário ficou em R$210,00 (nossa meta era R$165,00 então acabamos passando nessa etapa)

Como ainda eram os primeiros dias da nossa jornada de 6 meses pela América do Sul, ainda estávamos nos adaptando, então vale comentar que dormimos no carro 16 noites, mas ainda ficando bastante em camping.

Isso porque a Manu precisava ir pegando segurança, mas depois no Chile partimos para wild campings (ou seja, locais abertos e sem estrutura) e reduzimos ainda mais o custo com pernoites.

 

Distribuição dos custos:

Na viagem de carro os maiores investimentos acabam sendo no transporte mesmo:

 

Achamos que vale muito a pena explorar essa região de carro. Lugares maravilhosos, relativamente perto da região onde moramos, com custo acessível.

Se tiver dúvidas ou mais dicas, só deixar um comentário!

 

Autor

Oi! Sou co-fundadora do Local Planet e diretora da Enlink, agência de marketing digital. Nascida e criada em Foz do Iguaçu - PR, pratico escalada em rocha e corrida de rua, sou DJ no Brothas N Sista, fã de alimentação saudável e programações culturais.

Escreva um comentário